Ficha Unidade Curricular (FUC)

Informação Geral / General Information


Código :
04183
Acrónimo :
04183
Ciclo :
3.º ciclo
Línguas de Ensino :
Inglês (en)
Língua(s) amigável(eis) :
Português

Carga Horária / Course Load


Semestre :
1
Créditos ECTS :
18.0
Aula Teórica (T) :
0.0h/sem
Aula Teórico-Prática (TP) :
0.0h/sem
Aula Prática e Laboratorial (PL) :
0.0h/sem
Trabalho de Campo (TC) :
0.0h/sem
Seminario (S) :
32.0h/sem
Estágio (E) :
0.0h/sem
Orientação Tutorial (OT) :
4.0h/sem
Outras (O) :
0.0h/sem
Horas de Contacto :
36.0h/sem
Trabalho Autónomo :
414.0
Horas de Trabalho Total :
450.0h/sem

Área científica / Scientific area


Estudos Internacionais

Departamento / Department


ISCTE

Ano letivo / Execution Year


2021/2022

Pré-requisitos / Pre-Requisites


Não se aplica.

Objetivos Gerais / Objectives


OG1: Aquisição de conhecimento teórico avançado e de capacidade de compreensa?o sistema?tica na área científica dos Estudos Internacionais. OG2: Análise das questões e dos temas que constituem, hoje em dia, o debate científico na área dos Estudos Internacionais que funcione como base para a compreensão crítica do presente e para o desenvolvimento de uma cidadania informada e consciente; OG3: Consciência de que as questões e os problemas analisados nos Estudos Internacionais, as categorias de análise e as respostas obtidas, se alteram com o tempo e com a diversificação dos contextos sociais e políticos; OG4: Consciência da natureza dinâmica e inacabada do trabalho científico na área dos Estudos Internacionais; OG5: Capacidade de comunicar oralmente na sua própria linguagem, utilizando a terminologia e as técnicas aceites na área científica dos Estudos Internacionais.

Objetivos de Aprendizagem e a sua compatibilidade com o método de ensino (conhecimentos, aptidões e competências a desenvolver pelos estudantes) / Learning outcomes


OA1: Compreensão dos principais debates teóricos e metodológicos em torno da área científica dos Estudos Internacionais; OA2: Aquisição de conhecimento teórico avançado no domínio da História Internacional, Segurança e Instituições. OA3: Aquisição de conhecimento teórico avançado no domínio do estudo dos Ativismos, da Cidadania e dos Direitos Humanos. OA4: Aquisição de conhecimento teórico avançado no domínio do estudo das questões de sustentabilidade e de desenvolvimento.

Conteúdos Programáticos / Syllabus


PARTE I - História Internacional, Segurança e Instituições 1. A evolução do sistema internacional na Época Contemporânea 2. Os Estudos de Segurança: conceitos chave e teorias em confronto 3. Evolução e funcionamento das Organizações Internacionais PARTE II - Ativismos, Cidadania e Direitos Humanos 1. Os novos ativismos 2. Cidadanias, inclusões e exclusões 3. Os Direitos Humanos: evolução e representações PARTE III ? Sustentabilidade e Desenvolvimento 1. Conceitos e indicadores de sustentabilidade 2. Emergência climática e sistema energético 3. Como alcançar o Desenvolvimento Sustentável

Demonstração da coerência das metodologias de ensino e avaliação com os objetivos de aprendizagem da UC / Evidence that the teaching and assessment methodologies are appropriate for the learning outcomes


Os conteúdos programáticos da UC são coerentes com os seus objetivos, uma vez que proporcionam ao aluno a aquisição de conhecimento teórico avançado no que diz respeito à área científica dos Estudos Internacionais. A divisão dos conteúdos programáticos em três partes essenciais permite aos estudantes que essa aquisição de conhecimentos se faça ao nível das três principais áreas temáticas referidas nos objetivos, a saber: História Internacional, Segurança e Instituições; Ativismos, Cidadania e Direitos Humanos; Sustentabilidade e de Desenvolvimento. Por outro lado, o convite frequente a oradores especializados para participar nesta UC garante aos estudantes a exposição aos principais debates teóricos e metodológicos em torno da área científica dos Estudos Internacionais e consciência de que as questões e os problemas analisados nos Estudos Internacionais, as categorias de análise e as respostas obtidas, se alteram com o tempo e com a diversificação dos contextos sociais e políticos.

Avaliação / Assessment


Os estudantes terão que elaborar em cada um dos semestres, um trabalho de revisão de literatura, preferencialmente (mas não obrigatoriamente) sobre o tema da sua futura tese (70% da avaliação em cada semestre). Paralelamente, em cada semestre terão também que fazer uma apresentação oral sobre um dos pontos do programa (30% da avaliação).

Metodologias de Ensino / Teaching methodologies


O processo de ensino-aprendizagem assenta num conjunto de aulas teórico-práticas sobre os diversos pontos do programa. Nessas aulas o docente ou um especialista convidado começa por expôr uma visão de síntese sobre o tema, seguindo-se a apresentação pelos alunos de um item bibliográfico indicado previamente. Na parte final da aula, ocorre um debate no qual participam todos os estudantes da UC. Os estudantes dispõem igualmente de um conjunto de leituras suplementares para cada semana de aulas.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino e avaliação com os objetivos de aprendizagem da UC / Evidence that the teaching and assessment methodologies are appropriate for the learning outcomes


As metodologias de ensino seguidas nesta UC revelam-se perfeitamente coerentes com os objetivos de aprendizagem. Desde logo, porque assentam num conjunto aulas de natureza seminarial sobre os diversos pontos do programa. Uma vez que as aulas se debruçam sobre todos os pontos do programa e estes coincidem com os objetivos de aprendizagem, esta metodologia garante o cumprimento dos objetivos de aprendizagem previstos. Nas aulas, os estudantes são chamados a participar, através da apresentação de itens indicados na bibliografia ou sugeridos pelo docente. A bibliografia incide também sobre os conteúdos programáticos da UC contribuindo também assim para que os estudantes alcancem os objetivos de aprendizagem, acima referidos. Outro aspeto importante da metodologia de ensino desta UC e da sua coerência com os objetivos de aprendizagem é o facto de o professor indicar antecipadamente para cada um desses objetivos e pontos do programa um conjunto de leituras que permite aos estudantes aprofundar os assuntos abordados nas aulas e alcançar os objetivos de aprendizagem. As leituras e a bibliografia recomendada, pela sua diversidade e, por vezes, pelo confronto de visões distintas sobre um mesmo tema, permitirão ao estudante alcançar um conjunto de outros objetivos gerais e de aprendizagem.

Observações / Observations


.

Bibliografia Principal / Main Bibliography


White, Lucie E., Perelman, Jeremy (2011), Stones of Hope. How African Activists Reclaim Human Rights to Challenge Global Poverty, Stanford University Press. Westad, Odd Arne (2007), The Global Cold War, Cambridge, Cambridge University Press. Smith, Jackie et al. (2016), Handbook on World Social Forum Activism, New York, Routledge. Sachs, J. (2015) The Age of Sustainable Development, Columbia University Press Perman, Ma, Common, Maddison, & McGilvray (2011) Natural Resource and Environmental Economics, 4a ed, FT Prentice Hall Nye, Joseph (2002), Compreender os Conflitos Internacionais: Uma Introdução à Teoria e à História, Gradiva. Friedman, Marilyn (2005) Women and Citizenship Oxford University Press. Castles, C. & Davidson A. (2000), Citizenship and Migration: Globalization and the Politics of Belonging, Palgrave Macmillan. Brown, Michael et al. (1998), Theories of War and Peace, MIT Press. Atkinson, Dietz and Neumayer (2014) Handbook of Sustainable Development, Edward Elgar, 2ª ed.

Bibliografia Secundária / Secondary Bibliography


Westad, Odd Arne, The Global Cold War, Cambridge, Cambridge University Press, 2007. Stuenkel, Oliver, Post-Western World. How Emerging Powers Are Remaking Global Order, Polity Press, 2016. Simpson,Toman and Ayres (2005) Scarcity and Growth Revisited: Natural Resources and the Environment in the New Millenium, RFF Press Sagan Scott, e Waltz, Kenneth, The Spread of Nuclear Weapons: A Debate Renewed. (Norton, 2002). Pereira, H. M., Navarro, L. M., Martins, I. S. (2012) Global biodiversity change: the bad, the good, and the unknown. Annual Review of Environment and Resources 37: 25-50. Paul, T. V. (ed.), International Relations Theory and Regional Transformation. (Cambridge, 2012). Mersheimer, J. The Tragedy of Great Power Politics. (Norton, 2001) McCormick, Thomas, America's Half Century. United States Foreign Policy in the Cold War and After, Baltimore, Johns Hopkins University Press, 1995. McCLain, Linda and Joanna L. Grossman eds., 2009, Gender Equality. Dimensions of Women's Equal Citizenship, Cambridge, Cambridge University Press, chaps.2, 10,11; Mazower, Mark, No Enchanted Palace: The End of Empire and the Ideological Origins of the United Nations, London, 2009. Lowe, Vaughan et al. (eds.), The United Nations Security Council and War: The Evolution of Thought and Practice since 1945 (Oxford UP, 2010). Keohane, N. and S. Olmstead (2007) Markets and the Environment, Island Press Kennedy, Paul, The Parliament of Man: The United Nations and the Quest for World Government, London, 2006 Judt, Tony, Postwar: A History of Europe since 1945, London, 2007. Joll, James, Europe Since 1870: An International History, Jasper, Scott, Mahnken, Thomas G. (Eds.), Conflict and Cooperation in the Global Commons: A Comprehensive Approach for International Security. (Georgetown UP, 2012). Isin, Engin F., and Greg M. Nielsen (ed.). 2008. Acts of Citizenship, London/New York: Zed Books Gaventa, John and Rajesh Tandon, eds., 2010, Globalizing Citizens. New Dynamics of Inclusion and Exclusion, London and NY, Zed Books, chaps. 9, 10 and 11. Dobson and D. Bell, eds., Environmental Citizenship London: 2006. Darwin, John, The Empire Project. The Rise and Fall of the British World-System, 1830-1970, Cambridge University Press, 2009. Burchill, Scott et al, Theories of International Relations, 3rd edition, Palgrave Macmillan, 2005. Bloemraad, Irene, Anna Korteweg and Gökçe Yurdakul, 2008, "Citizenship and Immigration: Multiculturalism, Assimilation, and Challenges to the Nation-State", in Annual Review of Sociology, Vol. 34 153-179; Benhabib, S. 2004 The rights of others: Aliens, Residents and Citizens, Cambridge, Cambridge University Press Beatrice Halsaa, Sasha Roseneil and Sevil Su?mer, eds. Remaking Citizenship in Multi-Cultural Europe: Women?s Movements, Gender and Diversity London: Palgrave Macmillan, 2012. Baumol, W. and Oates, W., 1988, The theory of environmental policy, Cambridge University Press Barnett, Michael e Finnemore, Martha, Rules for the World: International Organizations in World Politics. Adler, Emanuel e Barnett, Michael (Eds), Security Communities (Cambridge UP, 1998).

Data da última atualização / Last Update Date


2024-02-16